Ser pai é maravilhoso!

Ser pai é algo maravilhoso. É saber que uma parte sua está crescendo e evoluindo.

ga-e-guE aí, beleza?

Domingo foi dia dos pais e aproveitando essa data, quero te contar como é, para mim,  ser pai.

Era uma terça-feira, 9 de setembro de 2008, na cidade de Porto União, interior de Santa Catarina. Às 7h30 da manhã nasceu Gustavo, pesando 3,5 kg e medindo 51 cm.

Era tão pequeno e tão grande ao mesmo tempo… Ocupava um espaço físico pequeno, mas transbordava as emoções. Sobrava dentro do berço e preenchia todos os espaços na cabeça e no coração.

Praticamente nove anos se passaram daquele dia e tudo cresceu. Hoje aquele pequeno bebê é um meninão que está sempre presente. Os comportamentos vão mudando com o passar dos anos, as brincadeiras, os desenhos, os jogos também vão mudando conforme o tempo vai passando. O que não muda é o sentimento que tenho por ele.

Amor incondicional, amor no sentido mais amplo da palavra é pouco para descrever o que sinto pelo Gustavo. Algo que não é explicável em palavras, algo que é demonstrado, transmitido.

Ser pai é saber que o filho é uma parte sua que está crescendo e se tornando independente. É vibrar com as conquistas de alguém, muito além do que vibramos com as nossas próprias.

Ser pai é poder ajudar um filho quando ele precisa e ser ajudado por ele quando preciso. É poder ir ao estádio com ele, ir ao cinema, ir ao parque e viver intensamente cada instante ao lado dele.

Ser pai é perder a visão e aprender a jogar futebol de 5, com a bola com guizos, para poder brincar com o filho.

Ser pai é se emocionar levando bronca do filho, tentando entender o que aconteceu com o pai dele e porque ele perdeu a visão em um acidente.

Ser pai é, mesmo morando em casas diferentes, estar presente na sua educação e criação. É ensinar valores e princípios para que ele possa, se tornar um adulto que faça a diferença onde ele passar.

Ser pai é dar bronca e ser duro quando necessário, e ao mesmo tempo amar sempre. Boa educação, tanto aquela formal da escola, quanto a aprendida em casa são os maiores bens que podemos deixar a um filho.

Ser pai é assistir muitas vezes o mesmo desenho ou filme e aproveitar como se fosse a primeira vez, porque o que está realmente valendo é estar com filho.

Ser pai é mostrar para o filho com exemplos que a vida é dura, mas com força de vontade e persistência é possível ir muito longe.

Gustavo, você é a pessoa mais importante da minha vida e ser seu pai é motivo de muito orgulho para mim. Serei ternamente grato por ser seu pai.

Mesmo sem te enxergar, sentir você perto de mim, seu amor, carinho e preocupação fazem a vida ter um sentido especial.

Tenha um novo olhar para a paternidade.

Grande abraço.