O que Fábio Carille e Rogério Ceni nos ensinam sobre ascensão de carreira

E aí, beleza?Rogério Ceni Fábio Carille ascensão carreira

Formatura hoje e Diretor na empresa amanhã… Só que não!

Talvez você já tenha vivenciado casos assim onde você trabalha. A pessoa está iniciando sua carreira e já quer o cargo de diretor da empresa. E isso é válido tanto para quem está iniciando quanto para quem está em um recomeço, em uma transição de carreira.

O funcionário imagina que tem um grande conhecimento e deseja reconhecimento e crescimento imediatos. A pessoa sente-se injustiçada e desmotiva-se rapidamente. Começam a surgir conversas paralelas e isso pode representar um grande risco ao novo funcionário.

Neste ano, essa situação ficou em evidência para todo o Brasil quando o ex-goleiro Rogério Ceni aceitou o cargo de técnico do São Paulo. Apenas 1 ano após sua aposentadoria dos gramados como jogador, Ceni iniciou sua nova carreira como treinador de um dos maiores clubes e futebol do país.

A carreira de Rogério Ceni como jogador é muito vitoriosa. Conquistou diversos títulos vestindo a camisa do São Paulo e da Seleção Brasileira. Rogério tornou-se um dos maiores ídolos da história do tricolor paulista dentro das quatro linhas.

Outro bom exemplo é Fábio Carille, treinador do Corinthians desde dezembro de 2016. Carille foi discreto como jogador, com passagens por clubes do interior de São Paulo, além do Paraná Clube e Coritiba. Encerrou sua carreira como jogador em 2007 quando defendia o Grêmio Barueri.

Gabriel, você quer comparar a carreira do Rogério Ceni com a do Fábio Carille como jogador?

De forma alguma. O principal aqui é o que cada um fez após encerrar sua carreira dentro dos gramados. Definitivamente, como jogador não tem comparação.

Agora, analisando ambos após a aposentadoria como jogador, também é difícil compará-los. Em 2007, quando parou de jogar, Carille assumiu o cargo de Auxiliar Técnico no próprio Grêmio Barueri, onde permaneceu até 2009, quando foi assumir mesma função no Corinthians. Foi membro das Comissões Técnicas comandadas por Mano Menezes e Tite, dentre outros.

Já Rogério, aposentou-se em 2015. Passou o ano de 2016 fazendo cursos e estágios e no final do ano, exatamente 1 ano após encerrar a carreira de jogador, tornou-se Técnico do time principal do São Paulo.

Mas eu não torço nem pro Corinthians e nem pro São Paulo, não gosto do Rogério Ceni. O que eu tenho com isso que você falou até agora? O que vai mudar na minha vida saber isso?

Esses exemplos trazem ensinamentos para você aplicar hoje mesmo na sua carreira, seja para crescer na empresa, conseguir um novo emprego em uma área nova ou para aprender um novo idioma, dentre outros. São eles:

1. Início ou recomeço:

Quando for iniciar algo, é muito importante entender que ninguém nasce sabendo. Exige-se uma preparação teórica e prática, o que demanda tempo. Antes de se achar injustiçado, entenda quem está onde você quer chegar e o que essa pessoa já passou.

2. Preparação:

Teoria e prática são importantes para aprender algo novo. Cursos de formação, estágios e os primeiros anos dessa nova carreira são determinantes. Passar pelas etapas e entender que é um processo que demanda tempo te ajudarão a ser bem sucedido.

3. Humildade:

Característica presente na grande maioria dos vencedores. Quem imagina que já sabe de tudo, dificilmente prestará atenção no que os mais experientes têm a dizer. Mesmo os mais experientes precisam buscar novos conhecimentos e eles só entenderão isso caso sejam humildes o suficiente para reconhecer tal necessidade.

4. Ambiente propício: Buscar um local apropriado para adquirir experiência vai ajudar bastante. Identifique os potenciais locais apropriados e crie as oportunidades para estar nesses locais. As pessoas com atitude e interesse por aprender são valorizadas.

Além de Fábio Carille e Rogério Ceni, hoje estão em destaque os treinadores de Flamengo e Botafogo, Zé Ricardo e Jair Ventura respectivamente. Ambos com anos de experiência nas categorias de base ou como Auxiliar Técnico.

Na próxima vez que for iniciar alguma atividade nova, é importante entender que o sucesso de ontem, não garante o sucesso de amanhã. O mercado financeiro diz que a rentabilidade de ontem não garante o retorno de amanhã.

O que passou, passou. Rogério Ceni foi um excelente goleiro, multicampeão dentro de campo. E para ter sucesso na carreira de treinador terá que passar pelo processo de aprendizado e amadurecimento nessa nova carreira. A experiência que ele teve quando era atleta profissional contribuirá muito, mas apenas isso não o habilita a ser um grande treinador. As cobranças e obrigações são diferentes e novos conhecimentos são necessários. Como o Presidente do São Paulo disse, Rogério é um novato nessa nova função.

Ainda não descobriu-se a fórmula mágica para o sucesso. Além de fazer a sua parte, existem fatores externos que influenciarão no seu resultado, mas se você entender a importância dos 4 itens citados acima, suas chances de ser bem sucedido aumentarão bastante. Comece hoje mesmo a colocá-los em prática.

Tenha um novo olhar para as mudanças.

Grande abraço!

Roger Federer: Adaptação é com ele mesmo!

Adaptação faz parte da evolução. Roger Federer é um exemplo a ser seguido. Muita coisa mudou e ele permanece conquistando títulos. Por que isso acontece?

E aí, beleza?

img-artigo-8-roger-federer-wimbledonAs mudanças estão acontecendo cada vez mais rapidamente e a adaptação a elas é fundamental para alcançar o sucesso e a felicidade.

Na vida pessoal e profissional as mudanças são constantes, algumas por nossa escolha e outras não. Um novo curso que você escolha fazer, novo emprego, problema de saúde, demissão, separação, enfim, são diversas as situações que geram mudanças e exigem adaptação. A adaptação a essas situações vai permitir um crescimento sustentável na sua carreira e viver relações mais saudáveis com aqueles que você ama.

No último domingo, dia 16 de julho de 2017, o tenista Roger Federer conquistou pela 8ª vez o torneio mais tradicional do mundo, Wimbledon, tornando-se o maior vitorioso desse tradicional torneio disputado na grama, após chegar a sua 11ª final.

Para muitos, Federer é o maior tenista de todos os tempos. O tenista Suíço já venceu 93 torneios, sendo 19 Grand Slams, que são os 4 maiores torneios do circuito, Aberto da Austrália, Roland Garros, Wimbledon e o Aberto dos Estados Unidos.

Uma informação impressionante é que Roger Federer ganhou seu primeiro Grand Slam em 2003 e domingo, em 2017, ganhou seu 19º Grand Slam.

Mas Gabriel, você iniciou o texto falando de adaptação e em seguida falou de um tenista. O que eu quero saber de tênis?

É exatamente esse o ponto. Roger Federer passou por muitas adaptações em sua carreira para conseguir manter-se jogando em alto nível por tanto tempo. Hoje, aos 35 anos, ele foi o segundo mais velho a disputar uma final em Wimbledon. Apenas um tenista, com 39 anos, chegou a final, porém isso ocorreu na década de 1970.

O esporte é um excelente local para observarmos a adaptação. São mudanças muito rápidas e a equipe ou o atleta que conseguir alcançar essa adaptação, terá muita probabilidade de conquistar vitórias.

Seja no futebol, no vôlei ou no tênis, dentre tantos outros esportes as mudanças ocorrem dentro de minutos, em um set ou game. É o adversário que muda o seu estilo, inicia o jogo de uma forma e em seguida inicia uma pressão, fica mais agressivo ou passa a jogar na defensiva. E será que, se o atleta ou equipe permanecerem jogando da mesma forma que iniciaram a partida conseguirão vencer?

Muitos são resistentes às mudanças e, mesmo após as condições passarem por alterações, eles insistem em fazer da mesma forma que faziam nas condições anteriores. Será que os resultados serão bons?

Buscando aprendizados para uma melhor adaptação com Roger Federer, destacam-se as seguintes lições:

  • ● Pressão, lesões e dúvidas fazem parte da caminhada.
  • ● Fazer aquilo que você ama e te traz felicidade.
  • ● Permitir-se sentir emoções.
  • ● Buscar novos “Por Ques” para encontrar novas respostas.
  • ● Família e equipe são fundamentais.
  • ● Focar naquilo que é prioridade.

Após a conquista do último domingo, Roger Federer se emocionou muito. Durante o ano passado, ele foi obrigado a parar de jogar por 6 meses para se recuperar de uma lesão no joelho. Alguns imaginaram que ele não voltaria a disputar torneios e, se voltasse, não jogaria no mesmo nível de antes. Federer consultou sua família para entender se ele deveria retornar e sua esposa foi enfática na declaração, incentivando-o a retornar as quadras, pois ela sabe o amor que Roger tem pelo esporte.

Além de um grande tenista, ele também é pai e marido. Além da vida dentro do esporte, ele vive intensamente sua vida fora das quadras com sua família.

Quando retornou as quadras no início desse ano, ele estava consciente do que pretendia fazer. Ele sabia que seu corpo não aguentaria mais o ritmo frenético dos torneios como aguentou anos atrás. Definiu, juntamente com sua equipe, os objetivos e qual seria a estratégia. O torneio de Wimbledon é o seu favorito, onde ele declara ter vivido as maiores emoções de sua vida dentro do esporte, o qual ele gostaria de disputar.

Disputou o Aberto da Austrália no início do ano e sagrou-se campeão. Na sequência viriam alguns torneios em um piso que não é o seu favorito e após chegariam os torneios na grama, dentre eles o mais importante de todos e objetivo dele, Wimbledon.

Adaptando-se as mudanças, Federer optou por não disputar alguns torneios, entendendo que seu corpo não suportaria tal esforço. Entendendo sua nova condição, Federer sagrou-se campeão e conquistou seu grande objetivo. Na entrevista após o jogo ele disse que pretende voltar ano que vem para defender seu título.

Trazendo para o nosso dia a dia, é importante entender qual a nossa condição atual, qual o objetivo a alcançar e pensar em uma estratégia para isso. Toda escolha implica em abdicar de algo. Saiba claramente quais são suas prioridades. Às vezes precisamos buscar novas motivações e para isso, precisamos mudar as perguntas que nos fazemos para encontrarmos novas respostas. Vão existir momentos de turbulência, quedas e tropeços, porém se você souber claramente qual título você quer conquistar, vai passar por cima das dificuldades.

Tenha um novo olhar para a adaptação.

Grande abraço!

Como está a saúde dos seus olhos?

O Dia Mundial da Saúde Ocular é um momento importante para você refletir como está a saúde dos seus olhos. Cuidar desse sentido tão valioso é mais simples do que parece.

E aí, beleza?

img-artigo-7-saude-ocular-gabriel-metzler_01Estima-se que até 80% dos casos de cegueira poderiam ter sido evitados e infelizmente o número de pessoas com deficiência visual está crescendo.

Essa semana é marcada pelo o Dia Mundial da Saúde Ocular. E você sabe como está a saúde dos seus olhos? Qual foi a última vez que você foi ao oftalmologista?

Pode ser que você conheça alguém que tem dificuldade para enxergar, e ninguém está livre de problemas com a visão. Existem doenças silenciosas e outras que dão sinais, os quais são ignorados. Você sabe qual sua pressão arterial?

A resposta para essa pergunta é do conhecimento da maioria das pessoas, e a referência é 12 por 8. Alguns têm a pressão boa, outros têm pressão alta ou baixa. É provável que você saiba como é a sua.

E você sabe qual sua pressão ocular?

Talvez não seja do seu conhecimento que existe a pressão ocular. Muitos não sabem disso e é preocupante ignorar tal informação, pois a elevação dessa pressão é uma das principais causas de perda da visão.

A pressão ocular elevada causa glaucoma. E além do glaucoma, a catarata e a diabetes são as outras duas principais condições causadoras de perda da visão.

Na semana do Dia Mundial da Saúde Ocular, especialistas recomendam cuidados especiais para um dos sentidos mais importantes do organismo. Cerca de 85% das atividades diárias são realizadas baseadas na visão e aprender a realiza-las sem esse importante sentido é muito complicado.

Na verdade, o mais complicado não são as atividades do dia a dia. Leva-se um tempo para aprendê-las, porém existem técnicas e ferramentas que auxiliam bastante. Agora o mais complicado mesmo é não poder ver o filho crescer, deixar para a imaginação os traços do seu rosto. Muitas vezes deixar de realizar algumas atividades com ele devido à falta da visão.

Enfim, são enormes os prejuízos e, muitas vezes, só depende de você ter o cuidado para evita-los e manter sua visão saudável.

Os cuidados preventivos são fundamentais e até certo ponto, pode-se afirmar que são simples. Aqui vão eles:

  • Consulta periódica ao oftalmologista: Pelo menos 1 vez ao ano. Se você tem pressão arterial alta ou diabetes, procurar o oftalmologista pelo menos 2 vezes ao ano.
  • Seguir a orientação médica: Ir ao oftalmologista é importante e seguir suas recomendações é fundamental. Caso seja necessário colírio ou algum outro medicamento, fazer o uso adequado pode salvá-lo da cegueira.
  • Buscar referências: Busque referências do profissional. Não existe mágica quando se trata da sua visão. Profissionais devidamente qualificados são fundamentais para a sua saúde.
  • Glaucoma: Um dos maiores causadores de cegueira, é silencioso. Quando se percebe sua existência, muitas vezes é tarde. Além de silencioso, ele é irreversível. Por isso, a necessidade de ir ao médico, afinal, a pressão ocular é medida de uma forma muito simples e rápida.
  • Diabetes: Uma das maiores causadoras de cegueira, essa doença é muito mais séria do que parece. Assim como o glaucoma, quando não controlada, a diabetes vai agindo silenciosamente na visão e quando nota-se a redução da visão, o quadro já é irreversível e de difícil controle.
  • Catarata: Normalmente atinge pessoas acima dos 60 anos, porém ela pode afetar pessoas mais novas. Qualquer diferença na visão, procure o especialista.

Cabe ressaltar que o organismo vai se adaptando a redução da visão em um dos olhos e quando ela é percebida, muitas vezes, não há como recuperá-la.

Uma dica que foi apresentada por um oftalmologista, e que eu repasso para você é o 20-20-20. A cada 20 minutos com a visão focada no computador ou celular, faça uma pausa rápida de 20 segundos focando a visão a, pelo menos, 20 pés (cerca de 6 metros, o melhor é olhar pela janela). Isso ajuda a reduzir as chances de desenvolver a miopia.

Posso afirmar que o Instituto Paranaense de Cegos possui excelentes profissionais, mas não quero te encontrar fazendo aulas lá. Tome muito cuidado com a sua saúde ocular e valorize esse bem tão precioso que você tem.

Ligue AGORA mesmo para o se oftalmologista e agende uma consulta. E é para ligar AGORA!!! Talvez depois ou amanhã você esteja muito ocupado e quando se lembrar de procurar o médico seja tarde.

Tenha um novo olhar para sua saúde ocular.

Grande abraço.

A Alemanha tem sorte

O futebol Alemão vem acumulando conquistas nos últimos anos, e mesmo não gostando de futebol, tenho certeza que você pode aprender muito com isso.

E aí, beleza?

img-artigo-6No último domingo, 02/07/2017, a Seleção da Alemanha consagrou-se campeã da Copa das Confederações, disputada na Rússia. A partida terminou com os Alemães derrotando os Chilenos pela vantagem mínima, 1 a 0.
O gol do título foi marcado após falha de um jogador do Chile, mas será que isso foi sorte da Alemanha?
Muita gente tende a acreditar que foi sorte, e você, o que me diz?
Gabriel, eu não assisto futebol, não gosto de futebol e não sei o que te responder. Nem sabia que a Alemanha havia jogado contra o Chile.
Mesmo que você tenha se identificado com o parágrafo acima, te convido a continuar lendo, afinal este texto vai muito além do futebol.
Muita gente credita à sorte conquistas de outras pessoas. Isso vale para o esporte, negócios, estudos e vida pessoal. Além disso, em muitas oportunidades tais pessoas consideram-se azaradas. Conhece alguém assim?
Hoje, aproveitando as conquistas da Seleção da Alemanha, quero te propor uma reflexão. Apenas para ilustrar o que está sendo dito acerca da Alemanha, apresento informações para o seu conhecimento:

  • ● O atual técnico da Seleção Alemã, Joachim Low, está há mais de 12 anos na Comissão Técnica. Primeiro como auxiliar técnico na Copa de 2006 e após isso como comandante.
  • ● A Alemanha é a atual campeã mundial, após consagrar-se vitoriosa na Copa do Mundo disputada no Brasil em 2014. Na última semana a Seleção Alemã Sub-21, formada por atletas com até 21 anos, foi campeã Europeia e, como citado, os Alemães foram campeões da Copa das Confederações.
  • ● No título conquistado no último domingo, cabe ressaltar que os Alemães utilizaram uma Seleção alternativa, formada por jovens jogadores, com a finalidade de prepara-los para competições internacionais, como a Copa do Mundo da Rússia, a ser realizada em 2018. Apenas 3 campeões mundiais de 2014 estiveram presentes. Os principais jogadores foram preservados, visando o mundial do próximo ano, pois caso jogassem esse torneio preparatório, passariam por um longo período sem descanso e chegariam ao mundial de 2018 longe das condições físicas ideais.

Esses são apenas 3 fatos, dentre tantos, que ilustram que o título de ontem não foi mero acaso da sorte. E para quem ainda insiste em afirmar que foi sorte, pois o jogador do Chile falhou, é interessante considerar que tal falha só pôde ser aproveitada devido ao estilo de jogo da Seleção Alemã, que pressiona a saída de bola do time adversário. Caso contrário, se o jogador Alemão não estivesse buscando roubar a bola, é provável que quase ninguém reparasse em tal falha.

Trazendo essa realidade do futebol para a sua vida, que lições você pode tirar? Como usar esses fatos em sua vida?

Aqui vão 5 pontos que merecem uma análise e, se você aplica-los em sua vida, suas chances de êxito aumentarão substancialmente. E claro, alguns dirão que você tem sorte.

  • Planejamento: Projetos de médio e longo prazo, com objetivos claros. Você sabe quais são os seus?
  • Organização: Condições para que os seus projetos sejam colocados em prática. Você sabe que condições são essas? Já está colocando-as a sua disposição?
  • Disciplina: Esforço e dedicação são fundamentais para as conquistas. Você está realmente disposto a sacrifícios hoje para colher os frutos amanhã?
  • Preparação física: Preparar-se e se condicionar para chegar ao objetivo. Como você está fisicamente?
  • Preparação mental: Momentos de pressão, desânimo e vontade de desistir vão acontecer. Você está preparado para superar esses momentos?

Um dos maiores golfistas de todos os tempos, Tiger Woods, disse que quanto mais ele treinava, mais sorte ele tinha.
Gostando ou não de futebol, é possível entender que as conquistas Alemãs não são frutos da sorte. Elas vêm de muita preparação, objetivos claros e disciplina. Buscar bons exemplos o ajudará muito a alcançar seus objetivos e a Alemanha é uma ótima opção para você se espelhar.
Acredite no seu trabalho e dedicação e tenha muito sucesso. Quanto mais preparado você estiver, melhor aproveitará as oportunidades.

Grande abraço.