Fácil e simples… para quem?

Muitos dizem que algo é fácil ou simples de fazer e tem muita dificuldade de entender que não é fácil e simples para todos.

E aí, beleza?

img-artigo-5-empatia-facil-gabriel-metzlerFazer isso é fácil, é simples. Não entendo qual a sua dificuldade. Alguém já falou assim com você?
Hoje em dia cobra-se muito e as expectativas são elevadas. E isso é válido tanto no âmbito pessoal, quanto no profissional.
Talvez você já tenha passado por alguma situação de cobrança excessiva. O chefe solicita algo e quando está terminando o pedido ele diz que aquilo é fácil. Já passou por isso? Alguém que já está acostumado com uma determinada tecnologia, pede para você fazer algo e diz que tal atividade é simples.

Seja um relatório, uma apresentação, um novo sistema que a empresa passou a utilizar ou um novo celular, a cobrança aparece. Talvez seja pela enorme quantidade de informações disponíveis atualmente, talvez pela impaciência ou mesmo a facilidade que certas pessoas tem em aprender, a cobrança vem.

Independente da quantidade de informações disponíveis ou da impaciência de tais pessoas, cada um tem seu tempo de aprendizado e a cobrança excessiva tende a retardar o processo. Com que idade você aprendeu a andar? E a falar? Ler e escrever? E as pessoas do seu convívio, será que todos aprenderam ao mesmo tempo, com a mesma idade?

Toma-se como base o tempo necessário para o próprio aprendizado e entende-se que é a regra para todos.

Generalizar é perigoso e pode causar prejuízos a ambas as partes.

Perguntei quando você aprendeu a andar, e provavelmente andar foi uma das atividades que você mais fez em sua vida, certo? Então, assim sendo, andar por uma quadra, de uma rua até a outra é algo simples para você, não é verdade? E como é simples para você, é fácil para todo mundo, concorda?

Podem parecer perguntas simples com respostas claras… Será?

O que parece simples para alguns é complicado para outros. Andar por uma calçada, de uma rua a outra pode ser muito complicado. Para quem tem condições físicas apropriadas pode ser simples. E para quem não tem?

E para as pessoas com deficiência? Seja um problema físico como a perda da visão ou o comprometimento das pernas, alguém com transtornos psíquicos ou um idoso com limitações para a locomoção… enfim os motivos podem ser diversos para tornar algo que é simples para você, complexo para o outro.

Infelizmente a grande maioria das calçadas são repletas de obstáculos como raízes, buracos e galhos, dificultando sua utilização. Em quantas calçadas passamos em nosso dia-a-dia?

E assim como você pode ter a facilidade para andar pela calçada, pode ser que você tenha dificuldade para atravessar a rua. Já pensou nisso? Assim como você aprendeu a utilizar um novo sistema rapidamente, a pessoa ao seu lado aprendeu um idioma que você tem dificuldade

Duas atitudes que te ajudarão muito são:

  • ● Entender que o que é fácil para você, nem sempre é fácil para a outra pessoa. Tente se colocar no lugar do outro e tomar cuidado com as cobranças excessivas.
  • ● Existem momentos em que você estará andando por calçadas boas e outros momentos essas calçadas não serão favoráveis. Paciência é fundamental.

As vezes um novo olhar para as pessoas faz toda a diferença. Entender mais e julgar menos só fortalece as relações.

Grande abraço.

Amigo de verdade é assim…

Amigo não se mede em quantidade, e sim em qualidade.

E aí, beleza?

img-artigo-4-amizadeNa semana passada o texto foi sobre a prevenção de acidentes com explosivos e o vídeo referiu-se ao novo olhar que podemos ter diante de acontecimentos, mesmo que adversos. Um dos pontos positivos que o acidente gerou foi um fortalecimento das amizades e hoje é exatamente sobre esse tema que decidi escrever.

Amigo, hoje a minha inspiração, se ligou em você… assim diz a música Amizade do Grupo Fundo de Quintal. Eu digo que ontem, hoje e sempre minha inspiração está ligada aos meus amigos e falar de pessoas tão especiais é motivo de muita alegria.

Amigos são pessoas que realmente se preocupam com o bem-estar alheio. São duros quando necessário. Às vezes nos falam coisas desagradáveis, ou melhor, que pensamos ser desagradáveis, porém eles têm uma única intenção, nos ajudar. Você já passou por algo semelhante?

Eu já levei bronca de amigo e também puxei a orelha quando fez-se necessário. Nessa fase que estou vivendo, passando pelo período de adaptação após a perda da visão, mais uma vez os amigos têm sido fundamentais. Tanto os amigos de longa data, quanto os novos amigos que fiz. Em uma mudança tão grande, tal apoio tem sido de enorme valia. Novos desafios, algumas frustrações e muitas conquistas. Tem momentos de desânimo e momentos de muita alegria, e são essas pessoas que estão sempre próximas. Seja para estender a mão, seja para vibrar com a conquista.

Recentemente ouvi alguém falando de amizade e infelizmente não me recordo quem, porém a mensagem me fez ter um novo olhar para os verdadeiros amigos. Sempre trouxe comigo que os verdadeiros amigos são conhecidos nas dificuldades, e continuo com esse pensamento. Porém, após ouvir tal fala, adicionei um novo ponto de vista. Além dos verdadeiros amigos estarem presentes nas adversidades que enfrentamos, eles também estão presentes nos bons momentos, em nossas conquistas.

Gabriel, nas horas boas todo mundo se diz amigo e agora você vem com essa? Como assim?

Os verdadeiros amigos estão presentes em todos os momentos, concorda? E quando falamos de todos os momentos, incluímos tanto os bons quanto os não tão bons. Realmente existe muita gente que só quer saber das horas boas, das comemorações e na primeira dificuldade some, se afasta.

Os verdadeiros amigos estão por perto em toda nossa caminhada. Quando tropeçamos ou caímos, eles nos levantam e quando as vitórias acontecem, eles estão presentes para celebrar junto conosco.

E aqui está a grande diferença dos verdadeiros para os falsos amigos. O verdadeiro amigo é aquele que realmente fica feliz com a sua conquista. E você sabe distinguir quando alguém fica verdadeiramente contente com sua vitória ou está ali apenas para aproveitar o momento, mas no fundo está com inveja. Você conhece alguém assim?

Tem gente que se diz amigo, mas te incentiva a fazer coisas que vão te prejudicar. Se dizem amigos e só estão preocupados com si mesmo. Eles se aproveitam de situações para se favorecer, mas não estão preocupados com você. Só estão por perto, pensando no próprio bem.

Amigo de verdade está por perto sempre. Independente de distância, cidade ou país onde mora, ele está por perto e você sabe que pode contar com ele.

Valorize os verdadeiros amigos e tenha um novo olhar para suas amizades!

Quero chorar o seu choro
Quero sorrir seu sorriso
Valeu por você existir, amigo

Grande abraço.

Uma brincadeira muito perigosa!

Nessa época de festas juninas, o número de acidentes com explosivos aumenta muito. A melhor atitude é a prevenção.

E aí, beleza?

Você sabe que estamos na época do ano que mais ocorrem acidentes com explosivos?Uma brincadeira muito perigosa festa junina E quando menciono explosivos, refiro-me a fogos de artifício, bombinhas, rojões etc. Artefatos que, infelizmente, descumprindo o que diz a Legislação, muitas vezes são vendidos a crianças e adolescentes, colocando-os em grande perigo.

Talvez você pense que isso está distante de você, do seu filho ou filha. Eu gostaria muito de dizer que você está coberto de razão, porém a realidade não é essa. Eu pensava assim quando tinha 15 anos e estava completamente errado.

.

Festas juninas com quentão, pipoca, pinhão, além de brincadeiras para crianças e dança da quadrilha, tem também a fogueira e jovens brincando com bombinhas. Provavelmente você já esteve em lugar assim com sua família, não é verdade? Pode ser a festa da escola, da igreja ou do grupo de amigos.

Nesse dia 13 de junho de 2017, bem como em todos os outros dias dos últimos 19 anos é impossível não lembrar daquele trágico 13 de junho de 1998. Sábado, dia de festa junina na escola que estudava e surge a ideia de fazer uma bomba. Eu e mais 4 amigos, com idade entre 13 e 15 anos. Compramos foguetes em um mercado e quando estávamos terminando de fazer a bomba, ela explode matando um adolescente de 13 anos e deixando outro, de 15 anos, gravemente ferido.

19 anos se passaram… isso mesmo, 19 anos… e esse jovem de 15 anos que ficou gravemente ferido é quem vos escreve aqui. Um adolescente, sem limitações físicas até aquele momento, reunido com seus amigos e em menos de 1 segundo, o que era para ser uma brincadeira vira uma grande tragédia. Duas famílias diretamente afetadas, amigos unidos para confortar e apoiar essas famílias e uma tristeza generalizada.

Uma brincadeira que mudou a história de famílias e amigos. Devido as lesões do acidente, hoje eu não enxergo nada. Perdi totalmente a visão do olho direito e parcial do olho esquerdo no acidente e Fiquei completamente cego no final de 2015, ainda devido as lesões da explosão.

É possível que você já tenha levado algum susto causado por explosivos ou conheça alguém que já tenha se ferido quando estava manuseando um foguete ou bombinha, conhece?

Tendo em vista tudo o que passei, minha família, amigos e principalmente a família do nosso amigo que faleceu, deixo aqui 4 recomendações pensando no seu bem-estar e de sua família, para que você jamais passe pelo que passamos.

A primeira e principal recomendação é NÃO MANUSEAR FOGUETES OU BOMBINHAS. Deixe isso para profissionais. Por exemplo, não é a toa que os fogos de artifício da virada do ano são colocados em balsas distantes da praia em Copacabana. Eles são muito perigosos e não dão chances a erros.

– Se estiver em um local onde existam pessoas soltando bombas, se afaste e vá para outro lugar junto com sua família. Muitas vezes, o ferido é quem está próximo e não quem está manuseando.

– Caso você identifique algum lugar onde estão sendo vendidos foguetes, rojões e bombinhas, informe ao Corpo de Bombeiros e à Polícia para que eles verifiquem se o local está devidamente autorizado. Locais irregulares estão colocando em risco toda a vizinhança. São diversos os casos de explosões enormes de locais inapropriados para esse tipo de comércio. E se você identificar locais vendendo para menores de idade, DENUNCIE IMEDIATAMENTE porque É PROIBIDO. Pode ser que você esteja salvando uma vida. Pense o que você gostaria que fizessem se fosse o seu filho?

– Se mesmo assim você ainda quer usar foguetes, rojões ou bombinhas , pelo menos deixe seu filho, filha e família longe. Se você quer correr o risco de perder a mão, sofrer queimaduras, ficar com lesões irreversíveis nos ouvidos e/ou olhos, faça isso sozinho. Não coloque outras pessoas em risco.

Você prefere terminar a festa em casa, feliz com sua família ou em um hospital com dor e sofrimento?

Como em tantas outras situações de sua vida, entender que a prevenção é a melhor maneira de se proteger vai te ajudar muito a cuidar da sua saúde e das pessoas que estão próximas a você. Tenha um novo olhar para a atitude segura.

NÃO ACENDA. VIVA E DEIXE VIVER!

Aproveite as festas e se divirta com brincadeiras seguras.

Grande abraço!

Garra e Talento unidos são poderosíssimos!

A Garra de Cristiano Ronaldo e Messi nos ensina muito. A garra, quando aliada ao talento produz resultados fantásticos!

E aí, beleza?

img-artigo-2-garra

No Vídeo 19 do meu canal do Youtube falei de Garra e agora trago para você um texto falando dessa junção tão poderosa, garra e talento, sob um novo olhar. Mesmo que você não goste de futebol, provavelmente já ouviu falar de Cristiano Ronaldo e Messi. Há 10 anos eles dividem o papel de protagonista do esporte mais popular do planeta. São recordes e mais recordes desses dois atletas que unem todo o talento que têm com muita garra e alcançam resultados extraordinários. Aqui lhe trago algumas reflexões e ensinamentos analisando esses craques.

Nesse final de semana estava junto com meu filho acompanhando a final da UEFA Champions League, o torneio de clubes de futebol mais importante da Terra, a Liga dos Campeões da Europa. Ela é disputada por Clubes com orçamentos bilionários, estrelas dentro de campo, estádios lotados e, dentre tantos excelentes jogadores, dois personagens vem dividindo as atenções nos últimos anos, Cristiano Ronaldo e Messi. Sei que não ganharam todas e quando ganharam, não foram campeões sozinhos. Apenas para ratificar esse protagonismo, das últimas 9 edições da Champions League, eles ganharam 6. Seus clubes levaram a taça nas últimas 4 edições, ou seja, desde 2014 um deles foi campeão.

São dois casos a serem estudados e neste texto quero dividir com você algumas reflexões que podemos trazer para a nossa vida, inspiradas na junção da garra e do talento de Cristiano Ronaldo e Messi.

Provavelmente você deve lembrar de algum atleta ou músico que apareceu sendo foco de muita badalação por ser muito talentoso e promissor, com diversas aparições na mídia, porém após um curto período de tempo ninguém mais teve notícias dessa pessoa. Lembra? Talvez algum amigo, colega de trabalho ou da faculdade que era admirado por ser muito inteligente, aprendia com facilidade o que lhe era ensinado, só que não chegou onde a maioria imaginava. E por que temos alguns casos de pessoas que conseguem se manter desempenhando suas funções em alto nível, por um longo período de tempo? São músicos com carreiras longas e, claro, Cristiano Ronaldo e Messi, jogando em altíssimo nível por mais de 10 anos.

Antes de trazer algumas reflexões, quero te apresentar o que pode-se chamar de garra. Garra pode ser resumida como a união da paixão com a perseverança.

Quem tem garra, não desmorona diante de um fracasso. Vai até o fim. A pessoa nunca está satisfeita. São modelos de perseverança, buscam o “algo a mais”. Estão sempre em desenvolvimento.

Aqui trago 4 reflexões do que a união da garra com o talento podem te proporcionar:

Paixão:

É notável a alegria e o prazer que Cristiano Ronaldo e Messi tem de entrar em campo e conquistar vitórias e títulos. Logo percebe-se que são apaixonados por aquilo que fazem. E você, como se sente quando entra no seu campo de trabalho?

Foco:

Entram em campo, tanto para jogar quanto para treinar sabendo onde querem chegar. Além disso, são inúmeras as possíveis distrações que poderiam tirá-los de foco, por exemplo, festas, badalação, falsos amigos etc. E você, sabe onde quer chegar? Tem cuidado com as distrações?

Melhoria Contínua:

Acomodação é uma palavra que, definitivamente, não faz parte do vocabulário de pessoas de alto desempenho. Eles entendem que a busca – a caminhada – é tão importante quanto a conquista. Estão sempre se dedicando, estudando e buscando desenvolvimento, mesmo sabendo que são os melhores do mundo. Só é possível permanecer no topo com muito esforço, as vezes mais esforço do que foi necessário para chegar lá.

Pertencimento:

Um time de futebol é formado por muitas pessoas e, esses dois craques sabem que fazem parte de uma equipe. São os protagonistas de seus clubes, porém, sem um coletivo forte, a individualidade tende a se ofuscar. Normalmente em seus contratos, as maiores premiações são vinculadas a objetivos do clube, por conquistas do grupo como títulos e classificações para torneios continentais. E você, sente-se parte da empresa? Pertence a um time de pessoas?

Seja no esporte, na música ou em nossas carreiras, a garra e o talento são essenciais para alcançar objetivos grandes. Quando os talentosos se esforçam, alcançam resultados excepcionais e as pessoas com garra tem resultados melhores, como permanência no emprego, crescimento na carreira. Nos estudos também representam melhores resultados e mais aproveitamento do conteúdo.

O nosso potencial é uma coisa, o que a gente faz com ele é outra bem diferente.

Grande abraço!